12 3904-2422
Acompanhe-nos nas redes sociais:
12 3904-2422
Como chegar

Linha Audi 2020

Consórcio
Conheça as condições
Acessórios
Faça o seu pedido
Oficina Audi
Faça o seu
agendamento
Seminovos
Veja as opções

Tour 360º

Unidade Center Mogi
Unidade São José dos Campos

Notícias

09/10/2020
Audi e-tron GT, que virá ao Brasil, iniciará produção em série ao lado do R8
Esportivo elétrico trará muitas inovações e tem estreia aguardada para o fim deste ano Recentemente confirmado de forma oficial para o Brasil, o Audi e-tron GT não será apenas um modelo destinado a expandir a gama de emissão zero da marca dos quatro anéis. Em um mundo feito de sinergias, compartilhamento de componentes e economia de escala, o próximo esportivo elétrico chegará ao mercado como um carro exclusivo e inovador em vários aspectos. Previsto para estrear em breve: ele será apresentado em sua forma definitiva no final do ano e, novamente antes do final de 2020, ele entrará em produção. Para a comercialização, entretanto, teremos que esperar até o primeiro semestre de 2021.   O Audi e-tron GT nascerá na mesma plataforma do Porsche Taycan e compartilhará uma boa parte do trem de força com seu 'primo' de Zuffenhausen. O esportivo da marca dos quatro anéis, porém, será feito inicialmente em pequenas quantidades e por isso, tecnologias de construção de última geração serão adotadas de forma artesanal. O esportivo também será o primeiro elétrico da montadora a ser fabricado na Alemanha. Ele sairá da fábrica de Heilbeonn, recentemente modernizada para acomodar a produção de modelos de edição limitada e que, graças a grandes investimentos, é capaz de integrar operações manuais com sofisticados processos robóticos.  Para a construção do e-tron GT, a Audi decidiu usar protótipos físicos pela primeira vez, para adotar operações altamente automatizadas e controles de qualidade sem precedentes. A mesma linha de produção do Audi R8 O e-tron GT nascerá em uma linha de montagem que consiste em 36 ciclos de trabalho. A maioria deles é compartilhada com o outro supercarro da empresa Ingolstadt, o R8, que também é produzido em Heilbeonn e também poderá se tornar elétrico no futuro, graças à Rimac. "O R8 e o e-tron GT são completamente diferentes - explicou Wolfgang Schanz , gerente da fábrica - mas graças a um bom trabalho de otimização do processo, fomos capazes de produzi-los com métodos semelhantes que aumentaram enormemente a qualidade e a eficiência".    Para alcançar esses resultados, a fábrica também recorreu à utilização de carrinhos automatizados, capazes de se movimentar sem condutor. Estes são os dados técnicos do conceito no momento: Bateria: 90 kWh Autonomia: 400 km Potência máxima: 590 CV 0-100: 3,5 segundos Velocidade máxima: 240 km/h Até o momento, ainda não temos informações técnicas sobre o e-tron GT definitivo nem podemos vê-lo com o visual de produção. Caso você não saiba, ele também será apresentado em uma versão S de alta performance, mas também neste caso, ainda é cedo para podermos especular que tenha alguma afinidade com o primo Taycan Turbo S. Porém, o "ronco" do e-tron GT já podia ser ouvido. É um som futurista criado no computador por meio de estudos aprofundados realizados também dentro de uma câmara anecoica. Lembra o som de uma nave espacial mas com um toque musical e quase sinfônico e tem a dupla vantagem de destacar o carácter elétrico do automóvel e destacar o sua personalidade esportiva. O som emitido pelo carro em movimento, que muda com a velocidade e aceleração e se modifica de acordo com a entrega de potência. Além disso, ele também se calibrará em diferentes níveis de ruído de acordo com o programa de condução definido pelo Audi drive select. Fonte: Insideev UOL
Ler mais
10/09/2020
Novo Audi A3 é testado no Brasil; hatch deve estrear no país em 2021
A nova geração do Audi A3 foi revelada no começo deste ano e já está à venda na Europa, Por aqui, a fabricante confirmou sua venda, mas não quis precisar uma data de lançamento. Enquanto isso, uma unidade com placas da Alemanha (!) roda em testes pelas estradas de São Paulo. Desta vez, UOL Carros flagrou o veículo em São Bernardo do Campo (SP), cidade conhecida por abrigar as sedes de várias montadoras, como Mercedes-Benz, Toyota e, claro, Volkswagen. Apesar da camuflagem é possível identificar o novo A3 por baixo do disfarce. Por se tratar de uma unidade destinada exclusivamente a testes, ela está equipada com rodas de aço sem calotas, que obviamente serão "substituídas" por rodas de liga leve no carro vendido no Brasil. Frente a seu antecessor, o hatch ganhou 3 cm no comprimento (4,34 m) e 3 cm adicionais na largura (1,82 m). A altura continua em 1,43 m e o entre-eixos também não mudou: 2,64 m. Por dentro, o A3 ganhou painel digital e uma nova central multimídia, bem mais moderna e com processador 10 vezes mais rápido do que o utilizado até então. Há várias assistências de condução, como frenagem autônoma de emergência e alerta de mudança de faixa. Opcionalmente, o cliente pode adquirir sistema de estacionamento semiautônomo, assistente de mudança de faixa, alerta de colisão em tráfego cruzado e piloto automático adaptativo. No mercado europeu, o novo A3 está disponível nas motorizações 2.0 TDI (com 116 cv ou 150 cv) e 1.5 TFSI, que entrega 150 cv. Sem data Procurada pela reportagem de UOL Carros, a assessoria de imprensa da Audi afirmou que "o veículo está no Brasil para testes de durabilidade, cujo objetivo é coletar dados sobre o comportamento do veículo considerando as condições locais, como clima e temperatura, diferentes terrenos e combustíveis". A fabricante também declarou que "ainda não há data confirmada para a chegada do novo A3 no Brasil". De toda maneira, UOL Carros acredita que o hatch deve estrear por aqui em 2021. Fonte: UOL Carros
Ler mais
Veja toda as notícias
Audi
Center S. J. dos Campos
Avenida Jorge Zarur, 181
Vila Ema - 12243-081
(12) 3904-2422
Audi
Center Mogi
Avenida Francisco Ferreira Lopes, 535
Vila Lavínia - 08735-200
(11) 4795-6070