12 3904-2422
Acompanhe-nos nas redes sociais:
12 3904-2422
Como chegar

Linha Audi 2022

Consórcio
Conheça as condições
Acessórios
Faça o seu pedido
Oficina Audi
Faça o seu
agendamento
Seminovos
Veja as opções

Tour 360º

Unidade Center Mogi
Unidade São José dos Campos

Notícias

08/05/2022
Lei de Proteção de dados
Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais Apresentação Ao usar este e os demais sites da Grupo Faberge, nós coletamos os dados automaticamente registrados durante a navegação dos visitantes, bem como aqueles voluntariamente fornecidos à ocasião do preenchimento de formulários, ferramentas de simulação e campos de autenticação para acesso a páginas restritas. A presente Política de Privacidade e Uso contém informações a respeito de quais são e como tratamos os dados coletados, utilizados para a gestão dos próprios sites, das respectivas contas dos participantes inscritos na Grupo Faberge, dos sistemas de gerenciamento de leads. Esta Política foi elaborada em conformidade com o Marco Civil da Internet no Brasil (Lei n° 12.965, de 23 de abril de 2014), com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (Lei nº 13.709, de 14 de agosto de 2018) e com o Regulamento Geral Europeu de Proteção de Dados Pessoais – RGPD.   Diretrizes para a coleta e tratamento dos dados Os dados coletados ao longo da navegação dos usuários são tratados pela Grupo Faberge de forma legal, leal, ética, transparente e de modo confidencial, respeitando a privacidade das informações pessoais. Os procedimentos de segurança baseiam-se em infraestrutura de tecnologia da informação e medidas organizativas adequadas, capazes de proteger os dados coletados de tratamento não autorizado, perda, destruição ou danificação acidental. Os dados obtidos são utilizados apenas para as finalidades legítimas, de forma limitada aos objetivos para os quais são processados, e durante o período necessário ao cumprimento dos referidos objetivos. Em hipótese alguma os dados são alterados pela Grupo Faberge, exceto nos casos de incorreções verificadas pela entidade ou usuários e, nestes casos, as retificações ocorrem mediante fundamentação. A coleta de dados de forma automática, com os cookies de navegação, também pode ser interrompida, neste caso pelo próprio usuário, por meio de configuração em seu dispositivo e navegador, exceto nas ocasiões que configurem empecilho à execução de funcionalidades essenciais.   Dados coletados pelo site Dados de navegação – cookies: São pequenos arquivos de texto enviados automaticamente ao navegador de internet do usuário durante a visita a nossas páginas, e que registra a navegação. Dentre as informações obtidas com os cookies, estão: endereço IP, data e hora da navegação, geolocalização, página que originou o acesso ao site, sistema operacional, navegador e dispositivo utilizado para o acesso. Dados para envio de formulários: São os utilizados no preenchimento de formulários de contato e cadastre-se. Eles podem ser: nome, CPF, email, telefone, cidade, estado, empresa, teor da mensagem, arquivos de texto e imagem. Dados para autenticação de acesso: São os dados inseridos em campos responsáveis por direcionar o usuário à área de informações restritas.   Relação dos cookies e APIs utilizados Cookie Type Duration Description _ga first-party 2 anos Este cookie é instalado pelo Google Analytics. O cookie é usado para calcular visitantes, sessões, dados de campanha e acompanhar o uso do site no relatório de análise do site. Os cookies armazenam informações anonimamente e atribuem um número gerado aleatoriamente para identificar visitantes únicos.   first-party 1 minuto O Google usa esse cookie para distinguir usuários. _gid first-party 24 horas Este cookie é instalado pelo Google Analytics. O cookie é usado para armazenar informações de como os visitantes usam um site e ajuda na criação de um relatório de análise de como o site website está indo. Os dados coletados, incluindo o número de visitantes, a origem de onde eles vieram e as páginas foram exibidas de forma anônima. cookielawinfo-checkbox-necessary first-party 1 hora Esse cookie é definido pelo plug-in GDPR Cookie Consent. Os cookies são usados para armazenar o consentimento do usuário para os cookies na categoria 'Necessário'. cookielawinfo-checkbox-non-necessary first-party 1 ano Esse cookie é definido pelo plug-in GDPR Cookie Consent. Os cookies são usados para armazenar o consentimento do usuário para os cookies na categoria 'Não necessário'. Google Fonts third-party Indefinido A API Google Fonts foi projetada para limitar a coleta, armazenamento e uso de dados do usuário final ao necessário para veicular fontes com eficiência. Google Recaptcha third-party Indefinido A API reCAPTCHA funciona coletando informações de hardware e software, como dados de dispositivos e aplicativos, e enviando-as ao Google para análise.   Tratamento e uso dos dados coletados Melhoria do próprio site: Os dados obtidos por cookies de navegação são usados para quantificar o acesso ao site, identificar hábitos de navegação, páginas mais visitadas, dispositivos mais utilizados, origem do acesso (se foi direto ou se partiu de outro site, e neste caso qual), empresa patrocinadora do plano de onde se originou o acesso, quando o caso etc. Em resumo, é um mapeamento que permite conhecer a maneira como o site é usado e, consequentemente, melhorar a qualidade e disposição do conteúdo. Acesso à área individual do site: Os dados inseridos nos campos de autenticação do site (login e senha) são coletados de modo a identificar e viabilizar o acesso à área de informações individuais, restrita aos vendedores ou administrador. Interesses legítimos e hipóteses previstas em lei: além dos motivos explicitados nos itens anteriores, os dados coletados pelo site podem ser usados para situações tais como cumprimento de obrigação legal ou regulatória, exercício regular de direitos em processo judicial, administrativo ou arbitral (nos termos da Lei da Arbitragem – nº 9.307, de 23 de setembro de 1996), pesquisas de satisfação da entidade, realização de estudos atuariais. Também é importante destacar o que está fora do escopo de uso dos dados coletados. Neste sentido, ressaltamos que os sites da Grupo Faberge não têm por objetivo definir perfis (profiling), promovendo tratamento automatizado de dados pessoais para avaliar, analisar ou prever características dos usuários relacionadas ao seu desempenho profissional, situação econômica, saúde, fiabilidade, dentre outros. O tratamento de dados pessoais para finalidades não previstas nesta Política somente ocorrerá mediante comunicação prévia ao usuário. Em qualquer caso, os direitos e obrigações aqui previstos permanecerão aplicáveis.   Prazo de retenção e uso dos dados Cumprimento de obrigação legal ou regulatória; Exercício regular de direitos em processo judicial, administrativo ou arbitral (nos termos da Lei da Arbitragem – nº 9.307, de 23 de setembro de 1996); Para realização de estudos atuariais e de pesquisa de satisfação; Para transferência dos recursos do participante, em conformidade com o regulamento do plano e legislação vigente.   Compartilhamento dos dados Os dados coletados podem ser compartilhados, em situações tais como as expostas a seguir: Com prestadores de serviços responsáveis parcial ou totalmente pela gestão do site, para a execução e/ou restabelecimento de funcionalidades; Com prestadores de serviços responsáveis pelos canais de comunicação da Grupo Faberge, com o objetivo de divulgação consentida pelo usuário, quando se tratar de dados pessoais, e sem consentimento do usuário, quando se tratar de informações anonimizadas, agrupadas, de cookies ou formas que não o identifiquem pessoalmente; Com órgãos reguladores e fiscalizadores brasileira, auditores, atuários, institutos de pesquisa; Com autoridades legais, judiciais, administrativas ou arbitrais; Em casos de aquisição, fusão ou outras reorganizações societárias, respeitada a legislação geral, em especial a previdenciária.   Direitos e deveres dos usuários do site O usuário tem direito a acessar seus dados pessoais obtidos e tratados pelo site, e solicitar a retificação em caso de inexatidão ou ainda eliminação desde que a demanda não implique em descumprimento legal e/ou impedimento de processos inerentes à gestão da entidade. É direito do usuário limitar o tratamento de seus dados pessoais às finalidades da entidade e ao período necessário ao cumprimento dos objetivos legítimos para os quais são coletados. O usuário poderá exercer seus direitos por meio de solicitação enviada aos canais de atendimento e comunicação da Grupo Faberge, que tem o dever de executar a retificação ou eliminação dos dados, quando o caso, e informar o usuário, de forma embasada, sobre as medidas adotadas. É dever do usuário navegar com responsabilidade às informações pessoais inseridas nos sites, em especial, as que se referem à autenticação para acesso à página individual. Neste sentido, é dever ainda que durante a permanência como participante da Grupo Faberge, a fim de resguardar e de proteger os direitos de terceiros, o usuário forneça somente os seus dados pessoais ao site. O usuário deve se atentar para que o acesso e uso do site não infrinja direitos de propriedade intelectual da Grupo Faberge, não inclua mensagens e imagens com apologia ao crime, difamatórias, relacionadas à pornografia, de natureza racista e preconceituosa, e de cunho violento. O usuário também deve responder por suas ações e conteúdo transmitido pelo site, do ponto de vista da veracidade, da omissão de informações e, quando o caso, da reparação de danos causados à Grupo Faberge, terceiros e outros usuários.   Conclusão A Grupo Faberge desenvolveu a presente Política baseada sobretudo no princípio da transparência que, neste caso, aplica-se à forma lícita, ética, legítima, segura, responsável e confidencial com a qual trata os dados dos usuários ao longo da navegação. As diretrizes aqui explicitadas se restringem aos sites da entidade, não se estendendo a endereços de terceiros, disponíveis em nossas páginas e notícias por meio de links, sobre os quais o usuário pode clicar para ser direcionado. Ao utilizar o site da Grupo Faberge, o usuário consente com a Política de Privacidade e Uso. Por se tratar de um documento a se atualizar a qualquer tempo, em decorrência de eventuais mudanças normativas e/ou dos processos da entidade, recomendamos a consulta periódica a esta página, que apresentará sempre a versão mais atualizada.
Ler mais
03/05/2022
Já dirigimos: Audi RS3 é esportivo de respeito na era dos eletrificados
Apresentar um esportivo nos tempos atuais é um milagre. Basta ver o portfólio das marcas generalistas para perceber que praticamente todos desapareceram. Poucos sobrevivem, mas que estão perto da extinção ou, na melhor das hipóteses, se tornarão híbridos ou 100% elétricos.  Mas antes do fim do motor a combustão, estamos vivendo uma era dourada que, mesmo com muita eletrônica embarcada, ainda conseguimos nos divertir. O novo Audi RS3 é um desses bons exemplos, pois mantém seu aclamado motor 2.5 TFSI, de 5 cilindros, sem eletrificação e com um desempenho que o coloca diante de esportivos maiores. Como comparação, faz de 0 a 100 km/h em 3,8 segundos, como o Audi R8 V10 RWD de 540 cv.  Dinâmica melhorada Esteticamente, o Audi RS3 recebeu novos parachoques, uma grade dianteira destacada e maior e grandes entradas de ar. É equipado com faróis full LED e, como opcionais, pode receber os LEDs Matrix. A Audi até se permitiu algumas extravagâncias, como uma bandeira xadrez que aparece na apresentação de abertura do carro, enquanto no outro lado aparece a inscrição RS3. Em movimento, a bandeira ocupa os dois faróis.  Comparado com o RS3 da geração anterior, o novo tem 33 mm a mais de largura na frente e 10 mm na traseira. Os engenheiros também retrabalharam a suspensão e a parte de estrutura da carroceria, sendo o RS3 100 mm mais baixo que um S3 e 25 mm que um A3 normal, como o que temos no Brasil até o momento. Em cores, duas novas foram adicionadas no catálogo, como o Kyalami Green (do carro testado) e o Kemora Grey, vista apenas no R8. Diversos detalhes em carbono e alumínio completam o pacote.  Telas, telas e mais telas Por dentro, o RS3 recebe mudanças na comparação com um A3 normal. A Audi incorporou novas formas de exibição no painel de instrumentos, sendo um deles o RS Monitor, que exibe temperaturas de arrefecimento e de óleo do motor e câmbio, assim como a pressão dos pneus. A tela central hospeda um sistema completo e guarda um seletor de modos de condução com 7 opções, dois deles opcionais no pacote RS Dynanic Plus, opcional.  Em espaço, embora não seja algo importante em um esportivo como o RS3, não é um destaque. No porta-malas, apenas 282 litros no Sportback e 321 litros no Sedan, como o que andamos na França.  Um clássico melhorado O motor do RS3 segue como o centro das atenções. Mesmo depois de tantos anos de história e 9 vezes premiado como o "Motor Internacional do Ano", o famoso 2.5 TFSI de 5 cilindros segue (bem) vivo, mesmo com tantas normas ambientais que assolam o mundo automotivo. Como a geração anterior, ele desenvolve 400 cv (de 5.600 a 7.000 rpm), mas agora com 51 kgfm de torque (500 Nm) de 2.250 a 5.600 rpm, um aumento de 1,1 kgfm na comparação com o anterior.  Com isso, ele chega aos 100 km/h em 3,8 segundos, enquanto a velocidade máxima é limitada a 250 km/h, ou 280 km/h com pacote opcional. No já citado RS Dymanic Plus, ele chega aos 290 km/h. A potência é transmitida para as rodas com uma tração integral e câmbio automatizado de dupla embreagem de 7 marchas, na qual a Audi aumentou a velocidade de trocas. O sistema de escape tem um conjunto de válvulas variável, com diversas posições. Ajustado através do seletor de modos de condução, pode ser totalmente aberto nos modos Dynamic e RS Performance para dar ênfase ao motor, embora tenha perdido alguns pipocos da geração anterior - provavelmente por algo ambiental... Mas a principal novidade desta geração do RS3 é a chegada de um diferencial traseiro ativo. Ele substitui o antigo diferencial traseiro por um conjunto de embreagem multidisco controlado eletronicamente, que garante a quantidade certa de torque para cada roda traseira. Em uma condução mais dinâmica, o diferencial ativo aumenta o torque para a roda externa, ajudando a reduzir as saídas de frente.  Este diferencial também permite andar de lado, o drift. Ele direciona a potência para apenas uma das rodas traseiras, com até 178,5 kgfm de torque. A Audi desenvolveu até um modo de condução pra isso, o RS Torque Rear. Há também o RS Performance, que define automaticamente as configurações de motor e transmissão para o uso nas pistas.  Ao volante O novo Audi RS3 é diferente, mesmo que tenha o mesmo motor e mais ou menos as mesmas características. O turbolag abaixo das 2.500 rpm ainda está lá, mas quando realmente se pressiona o acelerador, o ronco te lembra que ali está um 5-clindros premiado e apaixonante. Com o controle de largada, a saída é rápida e semelhante a um Audi R8. É algo impressionante para um compacto, mas nada inédito. Nosso test-drive aconteceu ao lado do Mont Ventoux, na França, com diversas condições climáticas até seu cume, e muitas curvas. As curvas, que eram as piores inimigas do antigo RS3, mas que se reconciliaram com o novo, pois as contorna com desejo e delicadeza. Com cerca de 60 kg a mais que o anterior, os 1.575 kg do nosso RS3 Sedan são fáceis de domar e até freamos cedo demais em algumas entradas de curva, já que ele melhorou muito esse ponto.  Se isso acontecer, aproveite. Basta acelerar e a força vai para a roda traseira externa e ajuda a fazer essa curva com o novo diferencial. Se quiser mesmo, até consegue andar de lado de forma simples. Basta entrar mais devagar e acelerar mais cedo, com a traseira nos dando uma bela amostra do que pode fazer antes de colocar as dianteiras retas e acelerar rápido, muito rápido.  Para se ter o máximo, considere configurar o RS Program Individual, onde se pode ajustar o ESP, o diferencial e a direção para o modo Dynamic. Para seu próprio bem, também pode configurar a suspensão, com o pacote Dynamic Plus.  Como no Ventoux as curvas te jogam de um lado para o outro, dá para detectar um dos pontos negativos deste RS3. Os bancos não oferecem o apoio necessário e são esportivos apenas no nome, apesar de ao menos serem confortáveis. Um conjunto mais concha não teria sido má ideia.  No antigo RS3, o sistema de freios era um de seus problemas, subdimensionados diante do seu desempenho. O novo RS3 agora está equipado com um conjunto de série com pinças de 6 pistões, maiores que o anterior. Como mencionado, os freios de cerâmica são opcionais e são 10 kg mais leves que os de aço. Seu diâmetro é semelhante ao conjunto de um Audi R8 e, claro, freiam forte, embora preferíamos ter o conjunto de série de aço para poder comparar com o anterior.  O novo Audi RS3 fica confortável na pista, como evidenciado com seu tempo de 7:40 em Nürburgring, quando equipado com os itens certos: os pneus Pirelli Trofeo R (opcionais em rodas específicas de 1.400 euros na Europa) e os freios de cerâmica (5.850 euros). Mas fique tranquilos, os pneus que vem de série nas rodas de 19" já fazem o trabalho perfeitamente, ao menos em estradas e ruas. Conclusão O novo Audi RS3 só poderia sair com uma avaliação positiva, principalmente no atual cenário, mas também em referência ao anterior que não era muito divertido, onde o motor 2.5 turbo era apenas um fardo a ser carregado na dianteira.  Muito disso se resolveu com o novo diferencial traseiro. Agora sim o conjunto do RS3 está no mesmo nível de seu fabuloso motor, mesmo que sua vida não seja muito mais longa pelas normas ambientais. Este pode ser o último RS3, mas ao menos é um bom RS3. Fonte: Motor1
Ler mais
Veja toda as notícias
Audi
Center S. J. dos Campos
Avenida Jorge Zarur, 181
Vila Ema - 12243-081
(12) 3904-2422
Audi
Center Mogi
Avenida Francisco Ferreira Lopes, 535
Vila Lavínia - 08735-200
(11) 4795-6070
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao navegar em nosso site, você concorda com tal monitoramento. Para mais informações, consulte a nossa política de privacidade.
Saiba mais
Estou de acordo